Aloha e boas ondas


Fotos: Marcelo Piu

A imensidão do mar azul é o cenário perfeito para quem quer relaxar e nada melhor do que um dia de surf para quem quer se desligar dos problemas do dia-a-dia. Seja no verão, quando o calor é mais intenso, ou em qualquer outra estação, o surf é um esporte que vem conquistando adeptos a cada dia.

Foto

Conseguir se manter em pé na prancha para deslizar sobre as ondas é o primeiro objetivo da pessoa que deseja praticar este esporte considerado radical. O mais legal dessa atividade é que qualquer pessoa pode praticá-la, independente de idade, peso, cor ou sexo. É claro que o requisito mínimo para a prática é a pessoa saber nadar para evitar afogamento. No entanto, não precisa ser um campeão olímpico, é claro.

Para garantir uma simbiose perfeita entre homem e natureza, é importante saber fazer a escolha certa da prancha. Para os iniciantes, o ideal é que a prancha seja maior, mais larga e espessa para garantir uma maior estabilidade na hora de remar, se levantar e tentar fazer as primeiras manobras. É claro que que não existe uma regra específica para essa escolha. A preferência do atleta, o estilo, o gosto e o nível também podem contribuir para a performance nas ondas.

A paixão pelo surf pode ser imediata, principalmente pela sensação de liberdade que o deslizar das ondas proporciona. No entanto, antes de se aventurar pelos sete mares, é importante saber alguns procedimentos para não acabar de pernas pro ar dentro d’ água.

Em primeiro lugar, é necessário ter paciência porque até chegar ao nível de feras como o havaiano John John Florence ou o brasileiro Gabriel Medina você vai tomar muita vaca*. O ideal é procurar uma escola de surf para começar a aprender o básico do esporte. Não compre a primeira prancha que encontrar. Além de não ser um equipamento barato, existem vários tipos e modelos diferentes. Ganhe um pouco mais de experiência e escolha aquela que melhor combinar com o seu estilo. Foto
Não se aventure em qualquer lugar. As primeiras ondas devem ser em praias que tenham poucsa pessoas na água e as ondas não sejam muito fortes ou longas. Também não entre sozinho porque a segurança deve estar em primeiro lugar. Pesquise sobre o local onde você vai pegar onda, os melhores horários, o vento, a maré e as características do local.

Prepara-se para a aventura dentro d´água porque o surf vai exigir preparo físico e disposição. Faça alongamento e respeite o seu limite. Os treinos podem ajudar na remada e no equilíbrio em cima da prancha.

Acima de tudo, observe a postura e a técnica de surfiastas mais experientes seja nas manobras ou na remada. Respeite o espaço de cada um e faça a escolha da onda certa, sem atrapalhar nenhum outro surfista.

Conheça algumas gírias usadas pelos surfistas para você não ficar boiando na praia

360º
Movimento em que se faz uma volta completa em torno de si mesmo com a prancha, como se fosse um círculo e depois é voltado para a posição inicial.
Back side
Manobra em que se surfa na onda posicionado de costas para ela.
Batida
O surfista bate a crista da onda usando a parte de baixo da prancha.
Big rider
Surfista que gosta de ondas grandes. As big ondas.
Boia
Surfista que fica muito tempo dentro d’água, apenas observando os outros surfando. Desde modo ele aprenderá observando os detalhes.
Caldo
Quando leva um tombo (caixote) da prancha e é engolido pela onda.
Casca grossa
Surfista que manda bem em situações complicadas.
Crowd
Um local onde tem muita gente surfando.
Drop
Quando se desce a onda da crista (topo) até a base. Um grande aproveitamento da onda.
Flat
Mar calmo, sem ondas.
Floater
Manobra em que o surfista passa por cima da crista da onda pouco antes dela quebrar.
Inside
Local que se formam as ondas.
Leash
A corda e “fita” que prende o pé do surfista à prancha.
Lip
A crista da onda.
Line up
Alinhamento dos surfistas no ponto em que as ondas se formam.
Maroleiro
Surfista que curte ondas pequenas.
Merreca
Onda pequena. Boa para iniciantes.
Outside
Depois da última arrebentação.
Pico
Local muito bom de ser frequentado (ou a parte mais alta de uma onda).
Pro
Surfista profissional. Uma abreviação da palavra.
Série
Sequência de ondas.
Swell
Sequência de ondulações.
Tubo
Manobra em que o surfista fica dentro da onda se fechando.
Vaca
Levar um tombo da prancha.

BENEFÍCIOS – O contato com a natureza que o surf proporciona é um dos maiores benefícios desse esporte. Além desse, muitos outros podem ser destacados como a melhora no equilíbrio, na agilidade, na parte muscular e, principalmente, na coordenação motora.

- Conhecimento do mar, ondas, correntes e ventos
- Aumento do metabolismo
- Alívio do estresse do dia-a-dia
- A rotina nunca está presente porque cada onda é diferente da outra
Foto
HISTÓRIA - Não se sabe ao certo a origem do surf. Embora a prática de deslizar sobre as ondas seja praticada pelos povos polinésios, que povoaram grande parte das ilhas do Oceano Pacífico, além do litoral pacífico das américas. Os primeiros relatos do surfe dizem que este foi introduzido no Havaí pelo rei polinésio Tahíto. Outros relatos dão conta de que, muito antes dos havaianos, antigos povos peruanos já se utilizavam de uma espécie de canoa confeccionada de junco para deslizar sobre as ondas. O primeiro relato escrito da observação de pessoas a fazerem surf, foi feito pelo navegador Inglês James Cook que gostou do esporte por se tratar de uma forma de relaxamento.

Comentários