Como diferenciar Dor de Crescimento e Artrite Idiopática Juvenil

Foto: Divulgação

Para diferenciar temos um questionário com 12 perguntas que ajudam famílias, médicos de família e pediatras a identificarem os casos suspeitos de artrite idiopática juvenil que foi elaborado por um grupo de reumatologistas pediátricos brasileiros.

Em caso de 5 ou mais respostas afirmativas, deve-se encaminhar para avaliação do especialista.

A Dor de Crescimento é muito comum, 30 entre 100 crianças sofrem com isso, enquanto 1 em cada 1000 crianças têm artrite idiopática juvenil.

Faça você mesmo a primeira avaliação respondendo as perguntas:
1 – Notou inchaço nas articulações da criança nos últimos 7 dias?
2 – A criança se queixou de dor nas articulações, músculos ou ossos nos últimos 7 dias (não relacionada a trauma)?
3 – A criança apresentou inchaço em articulações por mais de 30 dias?
4 – A criança já apresentou dor nas articulações por mais de 30 dias (não relacionada a trauma)?
5 – A criança já apresentou dificuldade em fechar as mãos, dobrar os punhos, joelhos e tornozelos?
6 – A criança mancou ou andou de modo diferente no último mês?
7 – Existe algo que a criança não possa fazer, como brincar ou correr porque tem problemas nas articulações?
8 – A criança já acordou se queixando das articulações?
9 – A criança já teve que cancelar alguma atividade diária como ir à escola ou brincar por causa de dores nas articulações?
10 – A crianças apresenta deformidade em alguma articulação?
11 – A criança já teve febre por mais de 15 dias, sem qualquer causa aparente, seguida de inchaço ou dor nas articulações?
12 – A criança já apresentou erupção na pele seguida de inchaço ou dor nas articulações?

Fica o alerta: nem toda dor nas pernas nas crianças é dor do crescimento. Lembre-se de sempre procurar um pediatra para esclarecer dúvidas!

COMPARTILHE

COMENTÁRIOS