Centro de Valorização da Vida mantém apoio emocional à população contra o suicídio

Foto: Divulgação

Os anos de 2020 e 2021 têm sido complexos para a saúde mental e emocional das pessoas no mundo todo, independentemente de classe social, idade, crença, profissão ou outras formas de segmentação, o que potencializou a probabilidade de suicídios. Durante o Setembro Amarelo, a Associação Internacional de Prevenção de Prevenção do Suicídio (IASP) sugeriu como tema “Criando Esperança por meio da ação”.

No Brasil, o Centro de Valorização da Vida (CVV), entidade sem fins lucrativos que atua na prevenção do suicídio e apoio emocional, vai utilizar este conceito em sua campanha durante as ações do Setembro Amarelo. Em Rio das Ostras, a instituição tem o apoio da Prefeitura por meio da Secretaria de Assistência Social.

O CVV realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo, pelo telefone 188.

Por meio de seus mais de 4.000 voluntários em todo o Brasil, o CVV está realizando diversas ações de sensibilização e conscientização em território nacional, respeitando as recomendações de segurança devido à pandemia de Covid-19.

No início da campanha do Setembro Amarelo, o CVV realizou o XI Simpósio Internacional de Prevenção do Suicídio. O referido evento encontra-se disponível no canal oficial do CVV no Youtube (https://www.youtube.com/watch?v=UTVTPH1XAKg).

CVV - O Centro de Valorização da Vida presta serviço voluntário e gratuito de prevenção do suicídio e apoio emocional para todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo. Os mais de 3 milhões de atendimentos de 2020 foram realizados por cerca de 4.000 voluntários em mais de 120 postos de atendimento pelo telefone 188 (sem custo de ligação), ou pelo site www.cvv.org.br, via chat e e-mail, além de carta. A entidade realiza também ações presenciais (temporariamente suspensas devido à pandemia), como palestras, curso de Escutatória e grupos de apoio a sobreviventes do suicídio – GASS. O CVV é uma entidade financeira e administrativamente independente, mantendo-se por meio de doações de pessoas físicas e jurídicas – para colaborar, acesse https://www.cvv.org.br/colabore.

“É sobre estimular as pessoas a levarem esperança por meio de ações, e não passivamente. Podem ser ações coletivas ou individuais, mas é importante que elas existam para haver mais esperança em meio a tantas tristezas e incertezas”, afirma Carlos Correia, voluntário do CVV.

“Quando pensamos o que nos dá esperança, normalmente lembramos de algo em movimento, um gesto, uma iniciativa, algo prático que nos inspira e mostra que é possível superar o que estamos passando”, comenta. Segundo Carlos, estimular a conversa aberta, a conscientização sobre esse assunto, pode estar nas mãos de todos.

SUICÍDIO - O suicídio é um problema de saúde pública que mata pelo menos um brasileiro a cada 45 minutos, mais do que o HIV e muitos tipos de câncer. O movimento Setembro Amarelo, iniciativa brasileira para ampliar o impacto do dia 10 de setembro, Dia Mundial de Prevenção do Suicídio, foi iniciado em 2015 para sensibilizar e conscientizar a população sobre a questão. Para saber mais, acesse www.setembroamarelo.org.br.

COMPARTILHE

COMENTÁRIOS