Não deixe de ler as minhas notinhas que estão cada vez melhores. Beijos, beijinhos e beijões...

Foto: Divulgação

CACHAÇA
Bastante interessante essa matéria sobre a produção de cachaça aqui no Brasil. Embora seja uma fiel consumidora (hoje em dia com menos frequência por conta da minha filha), confesso que não imaginava o volume anual: quase 2 bilhões de litros por ano. Parece que existem mais de dois mil títulos existentes. Se for verdade, preciso me atualizar rapidamente porque acho que não conheço nem 50 marcas diferentes. Como gosto de desafios, vou ser obrigada a buscar meios de buscar essa atualização. Posso não chegar aos dois mil títulos, mas que vou melhorar e ampliar meus conhecimentos isso é com certeza.

OFICINA
Os vídeos das contrapartidas da Lei Aldir Blanc que estão sendo publicados na página da Fundação estão sendo um sucesso. Mais um deles, pelo que fiquei sabendo, “estourou a boca do balão”. Parece que foi a oficina mais assistida de todas até hoje. Me contaram que o motivo foi a temática, que é fundamental para a nossa cidade na atualidade. Alguns visionários assistiram já pensando em um planejamento maior para o ano que vem. A oficina que estou comentando é a de Confecção de Puxa-Saco, que é primordial, principalmente, no meio político. Não me recordo quem ministrou a oficina, mas posso indicar uma meia dúzia de pessoas que dariam essa aula com um pé nas costas, só com a experiência acumulada em alguns mandatos na região. Estou doida para ver quantos Puxa-Sacos serão formados...

CÂMARA
Alguém pode me situar com está a verdadeira situação do vereador Vanderlan na Câmara? O Carvalhão assumiu a presidência interinamente, enquanto rola a investigação sobre as denúncias de corrupção. Dizem que está indo muito bem por sinal. Mas e aí? Será que ele vai perder o cargo? Vai ter nova eleição para presidente? Quem vai concorrer? Se ele sair, quem entra no lugar? Nos bastidores, soube que rola uma bolsa de apostas grande. O que tem de suplente fazendo conta não está no gibi. Só me resta aguardar mesmo!

VACINA
Por que será que o calendário vacinal de Rio das Ostras está tão atrasado em relação a outros municípios da região? Uns dizem que é porque chegam poucas doses, outros falam que é porque falta organização da nossa Secretaria de Saúde e ainda tem aqueles que acreditam que é falta de força política do Município junto a Secretaria de Estado. Confesso que pode ser um pouco de cada uma dessas situações. Estou na torcida para que a vacina chegue o mais rápido para todos. Já tomei a minha primeira dose e estou no aguardo da segunda. Não adianta ficar escolhendo o tipo de vacina. Vacina boa é vacina no braço.

MULHERES
O número de mulheres empreendedoras não para de crescer e isto mostra que, definitivamente, nós temos tudo para conquistar o mundo. Precisamos nos unir cada vez para garantir que as nossas conquistas aumentem todos os dias. Ainda falta conquistas na área política. Precisamos de mais mulheres no Executivo e no Legislativo. É inadmissível que Rio das Ostras, em seus 29 anos de emancipação político-administrativa, tenha tipo apenas uma representante mulher na Câmara de Vereadores. Como já recebi vários convites para filiação, tanto da situação quanto da oposição, estou pensando seriamente em vir candidata como forma de inspirar outras mulheres. A política precisa de nós, que estamos sempre nos virando com as jornadas duplas e triplas, em casa, no trabalho e onde mais a gente quiser. Vamos com tudo meninas. Vamos reformular a política. Mulher vota em mulher!

COMPARTILHE

COMENTÁRIOS